Omelete quatro queijos

Uns o chamam de “o omelete”, outros “a omelete”, enfim, esta diferenciação de gênero(onde ambas estão certas, de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras) não influencia em nada o resultado delicioso desta receita.

Outra confusão ou curiosidade, se faz na origem do omelete, que tem várias hstórias e poucas delas muito confiáveis. Os romanos comiam uma mistura de ovos fritos aos quais chamavam de Ova Mellita. Os franceses teriam descoberto a receita e aperfeiçoado, surgindo assim este “clássico” francês. Uma história mais maluca diz que o médico inglês Oswald Mellet foi o criador do omelete, que desistiu da medicina e abriu um restaurante, cujo nome era “Dr. O. Mellet”.

O melhor(e talvez o maior) omelete do mundo pertence ao La Mére Poulard, um restaurante fundado em 1988, em Mont Saint Michel, Normandia.

Já a nossa receita de omelete de quatro queijos é muito simples, e o resultado depende muito mais da qualidade dos ovos e queijos utilizados do que com qualquer outra coisa. Veja abaixo.

Ingredientes
– 4 ovos
– 1 pedaço pequeno de queijo de cabra picado
– 1 pedaço pequeno de queijo gouda picado
– 1 pedaço pequeno de queijo gorgonzola picado
– 50 gramas de queijo parmesão ralado
– 1 colher de sopa de salsinha picada
– 1/2 cebola picada finamente
– 1 dente de alho esmagado

Como Preparar
Bata os ovos utilizando um batedor manual, ou, caso não possua, utilize um garfo. Em uma frigideira antiaderente coloque um pouco de azeite e o aqueça em fogo baixo. Acrescente os ovos batidos e deixe-o espalhar por toda a superfície da frigideira. Adicione a cebola picada, espalhando-a sobre a superfície do omelete, o alho, a salsinha, e depois faça isso com cada um dos queijos, deixando para o final o parmesão.

O processo de virar o omelete é um pouco mais complexo que a própria receita, que no final das contas até que é bem fácil. Quando perceber que o omelete está se soltando do fundo da panela, e que com a ajuda de uma espátula você consegue levantá-lo sem que se quebre, essa é a hora de virá-lo. Para facilitar, vá fazendo isso com cada parte do omelete, virando-o em etapas, até que por fim ele fique dourado em todos os lados.

Este omelete serve duas pessoas.
Bom apetite!

Batata Assada com Cogumelos Paris

Esta é uma receita simples, porém um pouco trabalhosa e mais que isso, demorada. Mas, como qualquer batata assada que se preze, o sabor é maravilhoso e vale a pena esperar.

Além da batata, o sabor do cogumelo paris fica bem ressaltado, pois além de feitos na manteiga, os cogumelos estão presentes em duas camadas do prato, uma interna e outra externa. Atenção somente na quantidade de sal que vai colocar, já que o queijo parmesão já possui uma quantidade significativa deste.

Ingredientes
1 kg de batatas
400 gramas de cogumelo paris fresco
100 gr. de queijo parmesão ralado na hora
200 gr. de queijo mussarela em fatias bem finas
2 colehres de azeite azeite extra virgem
2 colheres de manteiga
3 dentes de alho esmagados
Pimenta
Sal

Como preparar
Limpe os cogumelos e depois fatie cada um deles com uma faca. Aqueça uma colher de azeite em uma frigideira(fogo baixo) e logo em seguida adicione as duas colheres de manteiga. Quando a manteiga desmanchar e misturar com o azeite, acrescente o alho esmagado e deixe fritar por um ou dois minutos. Quando o alho começar a ficar levemente dourado, acrescente o cogumelo, o sal e deixe fritar até que o cogumelo solte todo o seu líquido e absorva a manteiga e o azeite(ele ficará dourado quando acontecer isso). Reserve.

Unte com azeite ou manteiga uma travessa própria para ir ao forno, de preferência redonda.
Descasque e lave as batatas, em seguida utilize um ralador para fatiá-las finamente. O processo de montagem deste prato é muito similar ao de uma lasanha, feito em camadas.

Coloque uma camada de batatas na travessa, tentando não deixar espaços vazios, mas também tomando o cuidado de não colocar muita batata. Logo depois, coloque uma camada com todo queijo fatiado, também espalhado sobre a batata, e sobre o queijo, acrescente metade dos cogumelos. Em seguida coloque mais uma camada de batatas, e sobre estas, metade do queijo parmesão ralado. Coloque o sal e a pimenta. Depois, coloque mais uma camada de batatas, o restante do queijos parmesão e por fim o restante dos cogumelos. Salteie um pouco de azeite sobre a travessa.

Em um forno pré aquecido(180º) por 15 minutos, coloque a travessa coberta com papel alumínio de deixe lá por cerca de 45 minutos. Logo após, retire o papel alumínio e deixe a batata assar por mais 30 minutos. Retire ela do fogo após este período, ou quando perceber que já está bem dourada.

Depois disso é só saborear!
Bom apetite!

Pesto de Rúcula

A região de Ligúria, uma província de Gênova, no norte da Itália, além de ser muito conhecida pelas diversas variedades e sabores do manjericão plantado em suas terras, é reconhecida também como a “criadora” do molho pesto de manjericão.

Além desta famigerada versão feita com manjericão criado na Ligúria, o molho pesto também pode ser feito com diversas outras ervas e especiarias, já que seu nome na verdade se refere ao método de preparo, “pestare”, que em italiano significa esmagar ou amassar, já que é geralmente feito com um pilão.

Por isso, escolhemos preparar nosso molho pesto utilizando a rúcula, e na ausência do pilão, utilizamos o liquidificador para o preparo(neste caso, tome cuidado apenas em utilizar o liquidificador em velocidade baixa, para não aquecer o azeite e com isso tirar o sabor de frescor da rúcula).

O sabor do pesto de rúcula foi uma grata surpresa, pois ficou incrível, tão bom quanto ou até mesmo melhor que o pesto de manjericão! Combina perfeitamente com pizzas, massas, legumes, pães e também com aperitivos.

O preparo é facílimo, dê uma olhada abaixo.

Ingredientes
– 1 maço de rúcula;
– 1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem;
– 1/2 xícara de queijo parmesão ralado;
– 1/2 xícara de amêndoas ou pinoles(ideal);
– 1 ou 2 dentes de alho;
– sal e pimenta à gosto.

Como preparar
Coloque todos os ingredientes — exceto o queijo parmesão ralado — no liquidificador e bata em velocidade baixa(para não aquecer demais o azeite e queimar a rúcula)até que a mistura se torne homogênea. Acrescente mais azeite caso seja necessário melhorar a consistência.

Retire a mistura do liquidificador, acrescente o queijo ralado e utilize uma colher para misturar.

Depois é só servir da maneira que preferir.
Bom apetite!

Berinjela Assada Fácil & Rápida

Essa receita é para aqueles dias que estamos com pressa ou mesmo com preguiça de ficar na cozinha por muito tempo.

Berinjela assada rápida e fácil

É bem simples, fácil e necessita de poucos ingredientes, porém o resultado é delicioso.

Ingredientes
• 2 berinjelas
• 1 lata de Molho de tomate pronto
• Algumas fatias de queijo prato
• Queijo parmesão ralado
• Sal
• Azeite

Como Preparar
Fatie a berinjela em rodelas com uma espessura de aproximadamente 2 centímetros. Frite-as em óleo ou azeite, somente por cerca de um ou dois minutos cada lado, colocando-as em seguida em uma travessa de ir ao forno, untada com azeite. Coloque sobre cada fatia de berinjela uma colher de molho de tomate e logo em seguida cubra o molho com um pedaço de queijo, e depois o parmesão. Jogue o sal por cima das berinjelas e leve-as ao forno pré-aquecido a 180º por 45 minutos. Depois é só servir.

Tempo de preparo: Aproximadamente 1 hora
Serve 2 a 3 pessoas

Bom apetite!

Creme de Mandioquinha

Estamos no outono brasileiro, e com a proximidade do inverno a temperatura já começa a cair, abrindo espaço em nossas cozinhas para as sopas e cremes, que além de deliciosos e nutritivos, na grande maioria das vezes são também muito fáceis de preparar.

creme de mandioquinha

Nossa receita desta vez é de um delicioso creme de mandioquinha, rico em legumes legumes e temperos. Veja abaixo nossa receita, que serve bem de duas a três pessoas.

Ingredientes

• 4 mandioquinhas médias
• 1 batata grande
• 1 cenoura grande
• 3 dentes de alho
• 1/2 xícara de chá de salsinha picada
• 1/2 xícara de chá de cebolinha picada
• 1/2 colher de café de pimenta cayena
• 1 cubo de caldo de legumes
• Azeite
• 100 gramas de queijo parmesão ralado na hora
• Algumas folhas de manjericão para decorar

Como Preparar

Descasque e pique as mandioquinhas, batata e cenoura, colocando todos em água fervente por 20 minutos.

Após o cozimento, reserve uma xícara da água cozida e depois escoe o restante da água.

Coloque os legumes em um liqüidificador, junto com a água reservada, a salsinha, cebolinha e os dentes de alho. Bata tudo até conseguir uma mistura homogênea. Reserve.

Em uma panela, aqueça duas colheres de sopa de azeite, coloque o cubo de caldo de legumes e acrescente em seguida o creme batido no liqüidificador, metade do queijo ralado, a pimenta, a cebolinha e também a salsinha, mexendo constantemente durante 10 minutos.

Depois é só servir! Decore cada prato com o restante do queijo ralado e sobre ele coloque algumas folhas de manjericão.

* Experimente também decorar o prato com uma deliciosa redução de vinho(veja receita aqui).

Risoto de Salsão ou Aipo

Risoto de Aipo ou Salsão

Aipo, ou salsão, como é mais conhecido no Brasil, é uma planta muito utilizada para fazer receitas de salada, principalmente o salpicão.

A cozinha vegetariana para todosConheci este diferente “risoto de aipo” através do ótimo livro “A cozinha vegetariana para todos”(veja imagem ao lado), escrito pela chef de cozinha vegetariana Rose Elliot. O livro reúne mais de 550 receitas e muitas dicas para quem adora cozinhar.

Na falta de alguns ingredientes da receita original, fizemos nossa própria versão deste delicioso risoto, que ficou magnífico.

Aliás, essa troca é uma coisa muito interessante para se fazer, testando ingredientes dos mais diversos nas receitas que encontramos por aí. Lógico que quando estamos aprendendo o ideal mesmo é sempre seguir a receita original, mas ao adquirimos alguma experiência na cozinha, mais fácil fica incrementar uma receita ou outra com outros ingredientes e claro, compartilharmos nossas impressões por aí.

Veja abaixo nossa receita.
Rendimento: duas porções.

Ingredientes

– 1 xícara de arroz vialone nano(também serve o arbóreo ou carnaroli);
– 1 litro de caldo de legumes;
– 50 gramas de manteiga;
– 2 colheres de sopa de azeite de oliva;
– 1 cebola picada;
– 2 dentes de alho picados ou esmagados;
– 1/2 pé de salsão;
– 1 xícara de vinho branco frisante(a receita original sugere o vermute seco, vale experimentar);
– Pimenta do reino a gosto;
– 100 gramas de queijo parmesão ralado.

Como preparar

Lave bem o salsão, separe suas folhas para decorar o prato e pique seu caule em pequenos pedaços. Coloque o caldo de legumes em uma panela e deixe-o ferver. Em outra panela, coloque o azeite, metade da manteiga, a cebola, o alho e o caule do salsão picado, deixando refogar em fogo baixo durante 10 minutos, mexendo com frequência.

Acrescente o arroz ao refogado, mexendo sem parar por dois minutos. Despeje o vinho branco sobre a mistura e continue sempre a mexer. Assim que o líquido evaporar, coloque uma parte do caldo de legumes e continue mexendo a mistura, até que o líquido também evapore. Adicione pouco a pouco o caldo de legumes, até que o arroz esteja macio e cremoso.

Desligue o fogo, acrescente à mistura o restante da manteiga, a pimenta e o queijo ralado e uma parte das folhas do salsão. Deixe esfriar. Sirva e decore com o restante das folhas do salsão.
Bon appetit!

Berinjela com champignons e shitake recheados

O prato de hoje foi feito baseado em uma receita muito interessante, que adaptamos do ótimo livro chamado “Sabor e Saúde – As melhores receitas vegetarianas do Templo Zu Lai“, da chef Jasmine Chen. Além de diversas receitas, o livro ainda dá dicas de produtos e temperos diferenciados, além de nos passar um pouco do que é a filosofia budista.

Ingredientes da berinjela recheada com champignons
– 2 berinjelas de tamanho médio
– 3 colheres de sopa de manteiga
– 1 tablete de caldo de legumes esmagado
– 200 gramas de champignons
– 1 copo de requeijão
– 200 gramas de creme de leite
– 200 gramas de mozarela
– 50 gramas de parmesão ralado

Como preparar: Em uma panela grande misture água e sal, corte as berinjelas na diagonal e mergulhe-as nesta panela por alguns minutos. Retire as berinjelas e com uma colher tire o miolo das mesmas(e reserve), deixando mais ou menos 1 centímetro de bordas. Coloque novamente a parte externa das berinjelas na água com sal e pique o miolo retirado em pequenos pedaços. Aqueça uma outra panela com óleo e refogue a berinjela picada em fogo baixo, acrescentando depois de alguns minutos os cogumelos, 2 colheres de manteiga e o caldo de legumes esmagado. Mexa por mais alguns minutos e depois acrescente o creme de leite, o requeijão e a mozarela picada em pedaços, sempre mexendo, até que a mozarela derreta e se misture por completo. Desligue o fogo e reserve. Finalmente, retire a parte externa das berinjelas da água com sal, coloque-as numa assadeira untada com 1 colher de manteiga com o vão para cima, e complete com o recheio de champignons e por cima coloque o parmesão ralado para gratinar. Leve ao forno por mais 10 a 15 minutos. A berinjela está pronta.

Ingredientes do shitake
– 8 shitakes grandes desidratados
– sumo de 1 limão
– 100 gramas de mozarela picada
– 100 gramas de requeijão
– 50 gramas de gorgonzola
– Meia xícara de creme de leite
– Orégano

Como preparar: Hidrate os shitakes em uma panela com água, sal, suco de limão em fogo brando, por mais ou menos 25 minutos. Escorra a água e retire com uma faca os caules dos shitakes e reserve. Em uma outra panela, misture todos os queijos junto com o creme de leite e aqueça em fogo brando até que os queijos derretam e adquiram uma consistência cremosa. Coloque os shitakes em uma assadeira, com o vão para cima e preencha com o queijo cremoso cada um deles. Ao final, polvilhe com orégano e leve ao forno por 15 minutos. O shitake recheado está pronto.

Ao final, é só servir a berinjela e os shitakes juntos.
Rende 4 porções e o sabor é ótimo!