Penne ao molho de abacate

Essa receita de “penne ao molho de abacate” tem muito frescor, já que o molho não é cozido e tem ingredientes com muito sabor, como o manjericão e o hortelã. Além disso é vegetariana e pode ser também vegana caso você substitua o penne por uma versão sem ovos(feito com arroz ou com farinha de milho, por exemplo).

O ingrediente principal é o abacate, que vai fazer neste caso o papel do creme de leite ou do molho roux. Para quem está acostumado a comer o abacate somente em sobremesas, pode parecer estranho no princípio ver a consistência do molho e não fazer a associação direta com o sabor doce.

Mas, logo na primeira garfada a ideia de que o abacate só serve para pratos doces vai embora quase que de imediato. Na verdade é bem capaz, como foi no meu caso, que aconteça o inverso, que o abacate comece a ser visto como mais um ingrediente para se fazer pratos salgados do que doces.

Enfim, vale a pena experimentar esse molho de abacate, seja você onívoro, vegetariano ou vegano. Nos três casos com certeza vai adorar essa receita.

Penne ao molho de abacate

Print This
Serves: 2 Prep Time: Cooking Time:

Ingredients

  • 250 gramas de penne
  • 1 abacate médio bem maduro
  • 1/2 maço de manjericão
  • 3 a 5 colheres de sopa de azeite
  • 1/2 limão
  • 1/4 de copo de água
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de café de hortelã desidratado
  • sal
  • pimenta preta moída na hora

Instructions

Em uma panela, coloque cerca de um litro de água para ferver, adicione uma colher de chá de sal e assim que a água começar a ferver, coloque o penne e deixe até que ele fique “ao dente”(nem muito duro nem muito macio).

Enquanto isso, prepare o molho, colocando todos os outros ingredientes(abacate, manjericão, azeite, limão, água, alho, hortelã, sal e a pimenta) em um liquidificador. Bata até conseguir uma mistura homogênea, isto é, até que o manjericão praticamente se dissolva no molho.

Quando o penne estiver no ponto certo, escoe a água e reserve. Adicone então o molho sobre o penne, misture e pronto!

O ideal é servir de imediato, já que o frescor do molho vai ser perder caso seja armazenado de alguma forma. Além disso, o abacate costuma se oxidar facilmente e ficar escuro caso seja armazenado.

Bom apetite!

Manteiga de abacate vegana

Esta receita de manteiga de abacate vegana é facílima de preparar e fica pronta em minutos. Além disso, necessita de poucos ingredientes, no caso o avocado, fruto que é da família do abacate, só que tem menos água e por isso tem um sabor mais forte e concentrado, além do limão, sal do himalaia e por fim o óleo de coco.

Você pode também incrementar essa receita incluindo outros ingredientes como a salsinha, a pimenta, o alho, etc.

Porém, agora vamos ensinar a receita de uma manteiga base para ser usada no dia a dia, de preferência substituindo a manteiga normal, o que trará inúmeros benefícios para a saúde, já que o abacate e os demais ingredientes desta receita são totalmente de origem vegetal, e portanto veganos, além, claro, de possuírem diversas propriedades benéficas.

O sabor também é incrível e se bobear superior ao da manteiga tradicional feita a partir do leite. Vale a pena pelo menos experimentar!

As propriedades do avocado

O avocado pode ser considerado um alimento funcional, já que é muito nutritivo, pois é rico em vitamina A, C, E e B6.

O avocado também contribui para deixar a pele mais saudável, previne infecções, auxilia em tratamentos de impotência sexual e ajuda a manter a saúde dos olhos. Ele também possui uma ótima quantidade de potássio, mineral que está presente em diversas(dezenas) funções de nosso corpo, além do fósforo, que é fundamental para a formação dos ossos e dentes.

Sua gordura é a insaturada, o que faz com que nossa manteiga de abacate seja o oposto da manteiga tradicional, repleta de gorduras saturadas. Além disso, possui fitoesteróis, que são um grupo de esteróis naturalmente presentes nas plantas e que ajudam na redução do colesterol.

Bom, propriedades e benefícios apresentados, vamos ao principal, que é a receita desta deliciosa manteiga de abacate vegana:

Manteiga de abacate vegana

Print This
Serves: 12 Prep Time:

Ingredients

  • 4 avocados bem maduros
  • 5 colheres de óleo de coco
  • Sumo de 1 limão
  • sal do himalaia

Instructions

Descasque os abacates e coloque-o em um recipiente. Utilize um garfo para massa-lo bastante(caso prefira, você também pode usar o liquidificador. Adicione os demais ingredientes e misture tudo muito bem com uma colher, até que se obtenha uma mistura homogênea. Pronto! Fácil, não?

Armazene em um pote com tampa em geladeira. Com o resfriamento, o óleo de coco presente na receita se solidifica, deixando a mistura mais parecida com a consistência da manteiga. Utilize em torradas, pães e lanches, saladas, etc.

Bom apetite!

Aprenda a fazer nossa deliciosa receita de guacamole

Iguaria típica da culinária do México, a receita de guacamole é muito simples e rápida de preparar, já que em menos de 10 minutos você consegue preparar.

Seu nome vem de origens indígenas, pois “Ahuacatl” é o abacate, e “mole” é um nome genérico para “molho”. Resumindo: molho de abacate. Segundo as tradições, foi criado pelos astecas e seu preparo foi ensinado ao povo Tolteca pelo deus Quetzalcóatl.

O abacate possui muita gordura saudável, isto é, é rico em ômega 3. Por isso é muito importante para a circulação sanguínea, para o cérebro e diversas outras funções relacionadas com o ômega 3. Possui também ácido fólico, proteínas e é rico em antioxidantes, o que ajuda a proteger o organismo como um todo.

Quem está acostumado a comer o abacate preparado como doce, no início poderá estranhar comê-lo como um prato salgado. Porém, depois de um tempo o estranhamento com certeza será comê-lo doce, já que os sabores desta fruta na sua forma salgada é muito mais rica e deliciosa. Aprecie nossa receita de guacamole!

Receita de guacamole

Print This
Serves: 4 Prep Time:

Ingredients

  • 1 abacate médio maduro
  • 1 tomate descascado e picado em pequenos cubos
  • 1 cebola picada em pequenos cubos(brunoise)
  • 1 dente de alho
  • 1 limão espremido
  • 1 colher de chá rasa de pimenta preta(moída na hora)
  • 1 colher de café de sal do himalaia
  • 1 colher de café de páprica picante

Instructions

Em um recipiente coloque o abacate esmague-o utilizando um garfo, até obter uma pasta. Adicione os demais ingredientes, mexa e misture tudo com uma colher.

Dica 1
Antes de cortar e picar o tomate, descasque, corte-o ao meio e com os dedos elimine a sua parte mais líquida(incluindo as sementes).

Dica 2
Se quiser uma versão mais apimentada, experimente colocar algumas gotas de sua pimenta predileta na sua receita de guacamole.

Dica 3
Coloque uma colher de chá de cúrcuma(açafrão da terra) e transforme seu guacamole em um super alimento, combinando a cúrcuma com a pimenta preta.

Notes

Bom apetite!

Receita deliciosa de suco verde detox

suco verde detox

O suco verde detox está definitivamente na moda. Não só por este motivo, mas principalmente pelo bem que muitos desses tipos de sucos deles fazem, que resolvemos colocar aqui a nossa versão.

Muitos dizem que são ótimos emagrecedores, outros que são antioxidantes, outros ainda bebem pra fazer um “detox” do organismo, principalmente após épocas de grandes abusos alimentares, como fim de ano, carnaval, páscoa, e por aí vai.

Já nós do Cultivate, gostamos do suco verde detox simplesmente pelo sabor, mas claro, um pouco também por todo isso aí que foi dito anteriormente.

O ideal é que este suco seja feito utilizando uma centrífuga, para que você realmente consiga extrair de cada ingrediente a sua essência, e mais do que isso, o seu sabor. Caso não possua uma centrífuga, experimente bater todos os ingredientes num liquidificador adicionando a quantidade de água que for necessária. Depois coe antes de servir.

O rendimento na centrífuga é de aproximadamente 1 litro.

Ingredientes do suco verde detox:
• 3 pepinos orgânicos grandes com casca(lave bem antes de usar)
• 2 cenouras orgânicas descascadas
• 2 maçãs descascadas
• 1 beterraba orgânica média
• 3 folhas de couve orgânica
• 2 pedaços(tamanho aproximado de 1 dedo para cada pedaço) de gengibre descascado
• 1 colher de sopa de farinha linhaça dourada
• 1 limão descascado
• 2 colheres de sopa de melaço de cana para adoçar(o melaço de cana é rico em ferro)
• 1 colher de chá de cúrcuma(ou açafrão da terra)

Como Preparar
Com exceção do melaço de cana e da linhaça, coloque todos os demais ingredientes na centrífuga. Ao final misture o melaço para adoçar e não se esqueça da farinha de linhaça, que é riquíssima em ômega 3.

O resultado será um suco verde detox delicioso, que por causa da beterraba quase não é verde, mas, o que importa mesmo é a sua saúde e bem estar! Aproveite.

Hambúrguer de abacate com quinua

hambúrguer de abacate com quinua

Há muito tempo que estamos testando diversos tipos de hambúrgueres vegetarianos, variando ingredientes, temperos, formatos, modo de preparo, de fritura, etc., buscando a receita ideal.

Neste hambúrguer de abacate com quinua conseguimos finalmente unir o saudável com o saboroso, e melhor ainda, de uma maneira muito fácil de fazer. Nesta receita utilizamos boa parte de ingredientes orgânicos, o que é muito melhor para a saúde e o meio ambiente.

Ingredientes & Benefícios
O abacate é uma das frutas mais ricas aos seres humanos, com alto teor de vitamina E, além de ácidos gordos essenciais e proteína. Além disso, ele possui as vitaminas A, B1, B2, B3, D, C, além de potássio, fibras, e uma grande quantidade de ácido fólico, que ajuda na redução dos níveis de colesterol no sangue. Pesquisas mais recentes indicam ainda que o abacate pode ajudar a regular os níveis de glicose no sangue, uma ótima descoberta para pacientes com diabetes.

A quinua(também chamada de quinoa) se tornou um importantíssimo alimento devido ao seu alto grau de proteína e diversas outras propriedades e vitaminas que são benéficas para a nossa saúde. Ela foi qualificada ainda como o melhor alimento vegetal para o consumo humano pela Academia de Ciências dos Estados Unidos.

A quinua atua na prevenção de doenças como câncer de mama, turbeculose, anemia e outras. Além disso, reforça o sistema imunológico e auxilia no desenvolvimento de funções ligadas à inteligência e aos reflexos. Na quinua encontramos ainda todos os aminoácidos que são essenciais para a nossa saúde, além das vitaminas A, B1, B2, B3, B6, C e E, e ainda possui minerais como o ferro, cálcio, magnésio, manganês, zinco e potássio. Por fim, ela é rica em ômega 3 e 6, além de possuir fitoestrógenos, substâncias naturais possuem ação similares a de certos hormônios, o que ajuda as mulheres a amenizar os sintomas da TPM e também da menopausa.

Veja abaixo como preparar o hambúrguer de abacate com quinua!

Ingredientes
• 1 xícara de quinua orgânica
• 1 abacate orgânico maduro
• 1 cenoura orgânica ralada
• 1 xícara de farinha de trigo integral
• 1/2 xícara de farinha de rosca
• 1 cebola picada a brunoise(picada em cubos bem pequenos)
• 4 dentes de alho bem esmagados
• Sumo de 1 limão
• Pimenta preta moída na hora
• Sal marinho a gosto

Como Preparar
Cozinhe a quinua em uma panela com duas xícaras e meia de água e um pouco de azeite, até que a água evapore completamente. Reserve e deixe esfriar.

Amasse o abacate com um garfo e depois uma colher, até obter uma consistência bem pastosa. Misture a cenoura ralada, a cebola, o alho esmagado, o sumo do limão, a farinha de trigo e por fim a farinha de rosca. Mexa tudo muito bem, adicione a quinua, misturando mais um pouco, e vá adicionando aos poucos o sal marinho e a pimenta preta.

Monte o hambúrguer de abacate fazendo pequenas bolas, e em seguida amasse suas extremidades para que fiquem no formato de hambúrguer.

Como é um hambúrguer que vai pouca farinha, o ideal é que seja frito somente com um mínimo de óleo, como o hambúrguer feito em uma chapa. Caso queira dar mais consistência, aumente a quantidade de farinha na receita.

Rendimento & Dicas do hambúrguer de abacate com quinua
Tempo de preparo: Aproximadamente 1 hora.
Rendimento: 12 unidades.
Congele enrolado em um filme plástico por um mês.

Bom apetite!

Cogumelos Portobello com redução de balsâmico

cogumelos com redução de balsâmico

Nossa receita combina uma deliciosa redução de balsâmico com os maravilhosos cogumelos portobello, comuns na culinária americana e francesa.

O consumo periódico do Portobello melhora os níveis de colesterol, além de estimular o sistema imunológico humano ao ativar as defesas naturais do organismo.

O vinagre balsâmico, em italiano chamado de aceto balsâmico, é originário de Modena e Emilia, Itália, e é um produto protegido por denominação de origem controlada (DOC) e pela denominação de origem da União Europeia.

A “Parte dos Anjos”
Altamente apreciado na gastronomia em todo o mundo, o vinagre é produzido e mantido em tonéis de madeira fina, de 12 a 25 anos, onde se torna adocicado, mais concentrado e com todas as suas demais características.

A “parte dos anjos” é como é chamada a evaporação de uma pequena parte de seu conteúdo enquanto passa por todo este processo. O termo é usado também na produção de uísques, vinhos e algumas outras bebidas.

Ingredientes
• 200 gramas de cogumelos portobello
• Sumo de 1 limão
• 1 xícara de água
• 2 colheres de azeite extra virgem
• 1/2 xícara de vinagre(aceto) balsâmico
• 2 colheres de vinagre(aceto) balsâmico(será utilizado em duas etapas na receita)
• 1 colher de sopa(rasa) de açúcar mascavo
• 2 dentes de alho esmagados.
• Pimenta preta moída na hora
• Sal

Como Preparar os cogumelos
Limpe com cuidado cada um dos cogumelos portobello, utilizando papel ou pano. Corte cada cogumelo em 4 ou mais partes.

Em um recipiente, faça uma mistura utilizando a água, o sumo do limão e 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico. Mexa e depois mergulhe os cogumelos nesta mistura, por aproximadamente 10 minutos. Reserve.

Preparando a redução de balsâmico
Aqueça uma frigideira em fogo baixo, e logo em seguida adicione as duas colheres de azeite extra virgem, junto com 1/2 xícara de vinagre balsâmico. Misture ambos, e logo em seguida adicione o açúcar mascavo, o sal e a pimenta preta moída na hora. Continue misturando por aproximadamente 10 minutos, até que a mistura fique bem consistente.

Finalizando
Retire os cogumelos da solução, apertando levemente um a um para que elimine o excesso do líquido. Coloque em seguida os cogumelos na frigideira, adicione o alho esmagado e misture tudo com a redução de balsâmico. Continue mexendo em fogo baixo, até que a redução de balsâmico seja absorvida pelos cogumelos. Logo em seguida os cogumelos vão começar a liberar água de seu interior. Continue mexendo por mais 10 ou 15 minutos, ou até que toda a água liberada pelos cogumelos evapore.

Experimente, acerte o sal e a pimenta se necessário e bom apetite!

Gratin de lentilha com cogumelos

A receita original(e que serviu de base para esta adaptação que vamos colocar aqui), foi encontrada no maravilhoso livro “A cozinha vegetariana para todos”, de Rose Elliot. A base da receita é praticamente a mesma feita pela Rose, porém com algumas alterações devido a falta de alguns ingredientes, como foi o caso das lentilhas vermelhas, substituídas pelas lentilhas secas normais.

Ingredientes
• 200 gramas de lentilha
• 600 ml de leite misturado com água(meio a meio)
• 4 colheres de sopa de azeite extra virgem
• 1 cebola grande cortada em rodelas
• Raspas da casca de 1 limão
• Sumo de 1 limão
• 2 colheres de chá de shoyu
• 200 gramas de cogumelos paris
• 50 gramas de farinha de rosca
• 50 gramas de queijo ralado
• Sal
• Pimenta preta moída na hora

Como preparar
Em fogo baixo aqueça o leite e a água em uma panela, acrescente as lentilhas e cozinhe por cerca de 30 a 40 minutos, ou até as lentilhas ficarem macias e o líquido evaporar.

Em uma frigideira, aqueça duas colheres de sopa de azeite, e também em fogo baixo acrescente as cebolas, mexendo para que fritem no azeite por 10 minutos, porém sem deixar que fiquem douradas.

Misture as cebolas com as lentilhas, assim como as raspas da casca e o sumo do limão, o shoyo, a pimenta e o sal. Bata tudo no liquidificador até formar um purê. Reserve.

Limpe os cogumelos e corte-os em fatias. Refogue-os na frigideira, em fogo baixo, com o restante do azeite por 5 ou 10 minutos.

Montando o prato na assadeira
Coloque os cogumelos refogados em uma assadeira de tamanho médio, e cubra com o purê de lentilhas. Espalhe a farinha de rosca, e logo depois o queijo ralado. Leve ao forno(pré aquecido) por 45 minutos, em uma temperatura de 180 graus.

Sirva acompanhado de um bom vinho, e bom apetite!

Risoto de quinua e nozes

Descobrimos esta receita por acaso, publicada no site do jornal Folha de São Paulo, na seção “empreendedor social”(veja aqui o link), mas percebemos imediatamente que realmente era uma deliciosa receita, isso graças a sua combinação ingredientes, como a quinua, as nozes, o brócolis, o alho poró, damasco,… enfim, e que valia a pena ser testada em nossa cozinha!

Criada pela chef Marta Tatini como uma alternativa vegana para a ceia de Natal, ou para as festas de fim de ano, a receita é rica em ômega 3, que é antioxidante, além de ter muita proteína, já que a quinua é riquíssima em proteínas e aminoácidos. A noz, é rica em ômega-3 e 6, vitaminas C e E, zinco, potássio e arginina, um aminoácido. Isso claro, além das diversas outras funções dos demais ingredientes(descubra mais em nosso glossário).

Vamos listar abaixo nossa versão da receita, mas, caso você queira fazer a original, está também disponível no site da Folha, clique aqui.

Ingredientes
1 xícara de quinua orgânica
2 cebolas cortadas em quadradinhos
1 alho-poró em fatias bem finas
1 maço de brócolis cozidos no vapor
1 xícara de nozes para fazer o leite
2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
50 g de damascos fatiados
Sal marinho

Preparando o leite de nozes
Coloque a xícara de nozes com 3 xícaras de água em um liquidificador e bata tudo até que a mistura fique leitosa. Coe a mistura utilizando um pano, separando o leite do “creme”. Reserve ambos.

Preparando o “creme” de nozes
Pegue a parte coada dos nozes batidos, acrescente um pouco de azeite, sal e pimenta preta. Misture tudo e guarde. Este creme será usado para colocar sobre o risoto, ao servir.

Preparando o risoto
Refogue em fogo baixo a cebola e o alho poró no azeite, e depois de 5 minutos acrescente a quinua, mexendo por mais 2 minutos. Acrescente água até cobrir a mistura, tampe a panela e deixe cozinhar até que a água evapore completamente. Reserve.

Corte os “floretes” do brócolis deixando-os bem picados(parecendo um arroz) e então misture-os ao damasco fatiado e ao leite de nozes. logo após, leve esta mistura à panela da quinua, misture tudo e deixe cozinhando em fogo baixo até que o leite de nozes evapore. Desligue o fogo, acrescente o sal e a pimenta preta.

Finalizando e servindo
Sirva o risoto de quinua com o creme por cima. Você pode também enfeitar esta receita com alguns damascos fatiados e também com alguns tomatinhos cereja temperados com alho, azeite, limão e sal, como nós fizemos.

Bom apetite!

Suco anti-inflamatório, antioxidante e emagrecedor

Este delicioso suco, que vai cenoura, limão, gengibre, mel e salsinha, é uma variação de um outro maravilhoso suco que experimentamos no ótimo restaurante vegetariano Ambrosio, em São Paulo, feito de limão, mel e gengibre.

A diferença para a receita original, foi que adicionamos mais dois ingredientes muito saborosos e importantes para a saúde: a cenoura e a salsinha. Já o nome foi dado pela soma de suas principais propriedades nutritivas, que apesar de inúmeras(veja a lista abaixo), tem em comum o fato de ser anti-inflamatório, antioxidante e emagrecedor.

A cenoura é rica em vitamina A, C, possui boas quantidades da vitamina E, antioxidantes, boa para o funcionamento do fígado, reduz os níveis de colesterol e é uma das mais ricas fontes de carotenóides, que além de regular o açúcar no sangue, também protege contra o câncer.

a salsinha é extremamente importante para prevenir e até mesmo ajudar no tratamento de doenças cardiovasculares. É também um estimulante gástrico, auxiliando na digestão, pois “limpa” os rins, fígado e o trato urinário, além de ser rica em vitamina A, C, E, B, cálcio, fósforo, ferro e fibras.

O gengibre, que dá um sabor único e intenso ao suco, tem mais de 400 substâncias benéficas à saúde, que vão desde propriedades digestivas, expectorantes, anti-inflamatórias, antioxidantes e cardiovasculares, passando ainda por suas vitaminas, como a presença da vitamina B6, potássio, magnésio e cobre, e finalmente funcionando também como um emagrecedor, pois é rico em substâncias que ativam o metabolismo do organismo, potencializando a queima de gordura.

O limão tem ação bactericida, fungicida, adstringente e antibiótica. Ele ainda age como cicatrizante do aparelho digestivo(ao contrário do que pensam a maioria das pessoas – devido ao seu grau de acidez), tonificante do fígado, regulador do intestino e desintoxicante.

Finalmente, o mel, que é rico em proteínas, vitaminas, sais minerais, protege contra doenças cardiovasculares, respiratórias, artrite, colesterol e também tem ação antibacteriana e anti-inflamatória.

Enfim, vamos à receita:

Ingredientes
– 750 ml de água
– Sumo de 3 limões
– 1 cenoura descascada
– 1 pedaço de gengibre descascado, de 5cm a 10cm, aproximadamente
– meia xícara de salsinha
– meia xícara de mel
– 1 colher de chá de cúrcuma(ou açafrão da terra)
– açúcar mascavo se necessário

Como preparar
Coloque tudo no liquidificador e bata por aproximadamente 1 minuto. Coe e sirva. Armazene por no máximo 1 dia, para não perder seu sabor e propriedades nutritivas.

Rabanetes ao Aïoli

O rabanete é uma planta muito valorizada nos países asiáticos e europeus, porém pouco consumida no Brasil. Sua raíz, que é a parte comestível da planta, contém diversas propriedades medicinais benéficas a saúde.

Rabanete recheado com Aïoli

Pode ser consumido cru, como parte de uma salada ou então, e ainda mais saboroso, pode ser recheado com cremes dos mais diversos. Seguiremos esta última sugestão recheando nossos rabanetes com “Aïoli”, também chamado de manteiga provençal, que resumindo ao nosso cotidiano, seria uma espécie de maionese com alho.

Curiosidade
No estado de Oaxaca, no México, todos os anos, no dia 23 de dezembro, se comemora a “Noite dos Rabanetes”. No evento, comemorado desde 1897, existe uma exposição de esculturas feitas de rabanete. Imagem abaixo: Victor Miranda.
noite dos rabanetes

Ingredientes
• 6 a 8 rabanetes médios
• 1 ovo
• 2 dentes de alho
• 1 xícara de azeite
• 1 colher de café de sal
• 1 pitada de pimenta cayena ou pimenta do reino
• Sumo de 1/2 limão
• Sementes de mostarda para decorar

Como preparar
Lave bem os rabanetes, de preferência com alguma substância própria para lavar vegetais. Logo após, corte ambas as extremidades e escolha uma delas(de preferência aquela que ficou mais larga com o corte), e retire sua polpa com o auxílio de uma colher de café. Reserve.

Prepare agora o Aïoli, juntando no liquidificador o ovo, sumo de limão, sal, pimenta, alho e a poupa do rabanete que foi retirada com a colher. Acione o liquidificador e vá adicionando o azeite aos poucos, gota a gota até que a consistência fique mais firme.

Sirva e decore com as sementes de mostarda. Este prato serve 2 pessoas.