50 alimentos obrigatórios para o consumo orgânico

De acordo como nossa legislação, um alimento orgânico deve ser isento de insumos artificiais como adubos químicos, agrotóxicos, drogas veterinárias, hormônios e antibióticos. É proibido o uso de radiações ionizantes, que são aquelas que produzem substâncias cancerígenas, além de pesticidas, organismos geneticamente modificados, ou aditivos como emulsificantes, corantes, aromatizantes, etc.

Se você imaginar que os processos acima(agrotóxicos, hormônios, antibióticos, adubos químicos, radiações, etc.) fazem parte de quase toda a cadeia produtiva “normal” daquilo que consumimos diariamente, já que o Brasil é um dos maiores utilizadores de agrotóxicos do mundo, isso é mais do que motivo para pensarmos nos orgânicos.

O ideal seria uma dieta exclusiva de produtos orgânicos, mas como sabemos que o custo é alto e a disponibilidade nos mercados e feiras é escassa, elaboramos uma lista com os alimentos obrigatórios para o consumo orgânico(aqueles alimentos que deveríamos comprar na sua forma orgânica) e outra com aqueles que seriam “dispensados” da compra orgânica por não oferecer risco à saúde.

De qualquer forma, analisamos diversas listas(nacionais e internacionais) e encontramos em alguns casos alguns alimentos que chegam a pertencer a ambas as listas. Nesses casos, isto é, na dúvida, colocamos estes alimentos na lista para a compra orgânica.

A lista “só compre orgânicos” está organizada por ordem de importância, dos alimentos mais citados como perigosos até aqueles que seriam menos prejudiciais; e na lista “não precisam ser orgânicos” estão dispostos os alimentos dos mais seguros para os menos seguros.

Só compre orgânicos(alimentos obrigatórios para o consumo orgânico):

• Morango
• Pimentão
• Maçã
• Nectarina
• Pêra
• Aipo ou Salsão
• Uva
• Cereja
• Goiaba
• Figo
• Espinafre
• Tomate
• Tomate cereja
• Pepino
• Ervilha
• Blueberries
• Batata
• Pimenta
• Alface
• Couve
• Ameixa
• Framboesa
• Cenoura
• Cebola
• Beterraba
• Abacaxi
• Maracujá

Não precisam ser orgânicos:

• Abacate
• Milho
• Repolho
• Aspargo
• Manga
• Kiwi
• Berinjela
• Melão
• Grapefruit
• Pitanga
• Nêspera
• Coco
• Caqui
• Couve-flor
• Batata Doce
• Cogumelo
• Brócolis
• Melancia
• Cebolinha
• Tangerina
• Laranja
• Abóbora
• Mamão

Algumas dicas

Alguns processos podem ajudar a diminuir o malefício de todos esses alimentos quando consumidos não orgânicos. Veja abaixo:

Lave muito bem os alimentos, retirando as folhas externas das verduras e as cascas das frutas, tubérculos e legumes. Retire as dobras externas dos alimentos, pois também são locais com grande acúmulo de veneno.

• Ao chegar do supermercado ou da feira, armazene os alimentos por algumas horas na geladeira antes de lavar, pois desta forma você evita que o alimento “sugue” a água da lavagem e com isso leve para o seu interior todo o veneno utilizado em sua produção.

Alimente-se sempre com produtos de época, isto é, aqueles que estão no período correto de seu ciclo de maturação e deste forma não necessitou de tantos agrotóxicos para se desenvolver.

Consuma alimentos produzidos preferencialmente em sua região. Alimentos que precisam se deslocar longas distâncias até chegar na sua cozinha muitas vezes são carregados com mais agrotóxicos para que aguente todo o percurso. A poluição pela qual esse alimento passa durante o trajeto também é um ponto interessante, já que muitas vezes são transportados em caminhões abertos e sem nenhuma proteção contra fumaça.

• Existe a ideia de que se acrescentarmos tintura de iodo a 2% com água pode ajudar a eliminar parte dos agrotóxicos(o que provavelmente não seja tão eficaz ou mesmo comprovado), mas que porém também não custa tentar. O ideal é que para cada litro/água sejam misturados 5 ml de tintura de iodo a 2%. Deixe os alimentos nesta solução por uma hora e depois lave muito bem em água corrente.

Conheça os princípios da agricultura orgânica

» O solo é um organismo vivo, e dele deve ser retirado apenas o necessário;
» Usar apenas adubos orgânicos de baixa solubilidade;
» Controle de pragas com medidas preventivas ou produtos naturais;
» As ervas daninhas fazem parte do sistema, e podem ser utilizados abrigo de insetos ou parar cobrir o solo;

Fontes:
www.webmd.com/food-recipes/ss/slideshow-to-buy-or-not-to-buy-organic
www.treehugger.com/green-food/EWG-2016-top-12-toxic-fruit-and-vegetables.html
www.ewg.org/foodnews/list.php
www.lemanjue.com.br/quais-alimentos-deveriamos-consumir-organicos/
www.mundoboaforma.com.br/18-alimentos-com-mais-agrotoxicos-no-brasil/
www.ambientalsustentavel.org/2011/agrotoxico-os-10-alimentos-mais-perigosos/

Receita deliciosa de suco verde detox

suco verde detox

O suco verde detox está definitivamente na moda. Não só por este motivo, mas principalmente pelo bem que muitos desses tipos de sucos deles fazem, que resolvemos colocar aqui a nossa versão.

Muitos dizem que são ótimos emagrecedores, outros que são antioxidantes, outros ainda bebem pra fazer um “detox” do organismo, principalmente após épocas de grandes abusos alimentares, como fim de ano, carnaval, páscoa, e por aí vai.

Já nós do Cultivate, gostamos do suco verde detox simplesmente pelo sabor, mas claro, um pouco também por todo isso aí que foi dito anteriormente.

O ideal é que este suco seja feito utilizando uma centrífuga, para que você realmente consiga extrair de cada ingrediente a sua essência, e mais do que isso, o seu sabor. Caso não possua uma centrífuga, experimente bater todos os ingredientes num liquidificador adicionando a quantidade de água que for necessária. Depois coe antes de servir.

O rendimento na centrífuga é de aproximadamente 1 litro.

Ingredientes do suco verde detox:
• 3 pepinos orgânicos grandes com casca(lave bem antes de usar)
• 2 cenouras orgânicas descascadas
• 2 maçãs descascadas
• 1 beterraba orgânica média
• 3 folhas de couve orgânica
• 2 pedaços(tamanho aproximado de 1 dedo para cada pedaço) de gengibre descascado
• 1 colher de sopa de farinha linhaça dourada
• 1 limão descascado
• 2 colheres de sopa de melaço de cana para adoçar(o melaço de cana é rico em ferro)
• 1 colher de chá de cúrcuma(ou açafrão da terra)

Como Preparar
Com exceção do melaço de cana e da linhaça, coloque todos os demais ingredientes na centrífuga. Ao final misture o melaço para adoçar e não se esqueça da farinha de linhaça, que é riquíssima em ômega 3.

O resultado será um suco verde detox delicioso, que por causa da beterraba quase não é verde, mas, o que importa mesmo é a sua saúde e bem estar! Aproveite.

Hambúrguer de abacate com quinua

hambúrguer de abacate com quinua

Há muito tempo que estamos testando diversos tipos de hambúrgueres vegetarianos, variando ingredientes, temperos, formatos, modo de preparo, de fritura, etc., buscando a receita ideal.

Neste hambúrguer de abacate com quinua conseguimos finalmente unir o saudável com o saboroso, e melhor ainda, de uma maneira muito fácil de fazer. Nesta receita utilizamos boa parte de ingredientes orgânicos, o que é muito melhor para a saúde e o meio ambiente.

Ingredientes & Benefícios
O abacate é uma das frutas mais ricas aos seres humanos, com alto teor de vitamina E, além de ácidos gordos essenciais e proteína. Além disso, ele possui as vitaminas A, B1, B2, B3, D, C, além de potássio, fibras, e uma grande quantidade de ácido fólico, que ajuda na redução dos níveis de colesterol no sangue. Pesquisas mais recentes indicam ainda que o abacate pode ajudar a regular os níveis de glicose no sangue, uma ótima descoberta para pacientes com diabetes.

A quinua(também chamada de quinoa) se tornou um importantíssimo alimento devido ao seu alto grau de proteína e diversas outras propriedades e vitaminas que são benéficas para a nossa saúde. Ela foi qualificada ainda como o melhor alimento vegetal para o consumo humano pela Academia de Ciências dos Estados Unidos.

A quinua atua na prevenção de doenças como câncer de mama, turbeculose, anemia e outras. Além disso, reforça o sistema imunológico e auxilia no desenvolvimento de funções ligadas à inteligência e aos reflexos. Na quinua encontramos ainda todos os aminoácidos que são essenciais para a nossa saúde, além das vitaminas A, B1, B2, B3, B6, C e E, e ainda possui minerais como o ferro, cálcio, magnésio, manganês, zinco e potássio. Por fim, ela é rica em ômega 3 e 6, além de possuir fitoestrógenos, substâncias naturais possuem ação similares a de certos hormônios, o que ajuda as mulheres a amenizar os sintomas da TPM e também da menopausa.

Veja abaixo como preparar o hambúrguer de abacate com quinua!

Ingredientes
• 1 xícara de quinua orgânica
• 1 abacate orgânico maduro
• 1 cenoura orgânica ralada
• 1 xícara de farinha de trigo integral
• 1/2 xícara de farinha de rosca
• 1 cebola picada a brunoise(picada em cubos bem pequenos)
• 4 dentes de alho bem esmagados
• Sumo de 1 limão
• Pimenta preta moída na hora
• Sal marinho a gosto

Como Preparar
Cozinhe a quinua em uma panela com duas xícaras e meia de água e um pouco de azeite, até que a água evapore completamente. Reserve e deixe esfriar.

Amasse o abacate com um garfo e depois uma colher, até obter uma consistência bem pastosa. Misture a cenoura ralada, a cebola, o alho esmagado, o sumo do limão, a farinha de trigo e por fim a farinha de rosca. Mexa tudo muito bem, adicione a quinua, misturando mais um pouco, e vá adicionando aos poucos o sal marinho e a pimenta preta.

Monte o hambúrguer de abacate fazendo pequenas bolas, e em seguida amasse suas extremidades para que fiquem no formato de hambúrguer.

Como é um hambúrguer que vai pouca farinha, o ideal é que seja frito somente com um mínimo de óleo, como o hambúrguer feito em uma chapa. Caso queira dar mais consistência, aumente a quantidade de farinha na receita.

Rendimento & Dicas do hambúrguer de abacate com quinua
Tempo de preparo: Aproximadamente 1 hora.
Rendimento: 12 unidades.
Congele enrolado em um filme plástico por um mês.

Bom apetite!

Suco anti-inflamatório, antioxidante e emagrecedor

Este delicioso suco, que vai cenoura, limão, gengibre, mel e salsinha, é uma variação de um outro maravilhoso suco que experimentamos no ótimo restaurante vegetariano Ambrosio, em São Paulo, feito de limão, mel e gengibre.

A diferença para a receita original, foi que adicionamos mais dois ingredientes muito saborosos e importantes para a saúde: a cenoura e a salsinha. Já o nome foi dado pela soma de suas principais propriedades nutritivas, que apesar de inúmeras(veja a lista abaixo), tem em comum o fato de ser anti-inflamatório, antioxidante e emagrecedor.

A cenoura é rica em vitamina A, C, possui boas quantidades da vitamina E, antioxidantes, boa para o funcionamento do fígado, reduz os níveis de colesterol e é uma das mais ricas fontes de carotenóides, que além de regular o açúcar no sangue, também protege contra o câncer.

a salsinha é extremamente importante para prevenir e até mesmo ajudar no tratamento de doenças cardiovasculares. É também um estimulante gástrico, auxiliando na digestão, pois “limpa” os rins, fígado e o trato urinário, além de ser rica em vitamina A, C, E, B, cálcio, fósforo, ferro e fibras.

O gengibre, que dá um sabor único e intenso ao suco, tem mais de 400 substâncias benéficas à saúde, que vão desde propriedades digestivas, expectorantes, anti-inflamatórias, antioxidantes e cardiovasculares, passando ainda por suas vitaminas, como a presença da vitamina B6, potássio, magnésio e cobre, e finalmente funcionando também como um emagrecedor, pois é rico em substâncias que ativam o metabolismo do organismo, potencializando a queima de gordura.

O limão tem ação bactericida, fungicida, adstringente e antibiótica. Ele ainda age como cicatrizante do aparelho digestivo(ao contrário do que pensam a maioria das pessoas – devido ao seu grau de acidez), tonificante do fígado, regulador do intestino e desintoxicante.

Finalmente, o mel, que é rico em proteínas, vitaminas, sais minerais, protege contra doenças cardiovasculares, respiratórias, artrite, colesterol e também tem ação antibacteriana e anti-inflamatória.

Enfim, vamos à receita:

Ingredientes
– 750 ml de água
– Sumo de 3 limões
– 1 cenoura descascada
– 1 pedaço de gengibre descascado, de 5cm a 10cm, aproximadamente
– meia xícara de salsinha
– meia xícara de mel
– 1 colher de chá de cúrcuma(ou açafrão da terra)
– açúcar mascavo se necessário

Como preparar
Coloque tudo no liquidificador e bata por aproximadamente 1 minuto. Coe e sirva. Armazene por no máximo 1 dia, para não perder seu sabor e propriedades nutritivas.

Creme de Mandioquinha

Estamos no outono brasileiro, e com a proximidade do inverno a temperatura já começa a cair, abrindo espaço em nossas cozinhas para as sopas e cremes, que além de deliciosos e nutritivos, na grande maioria das vezes são também muito fáceis de preparar.

creme de mandioquinha

Nossa receita desta vez é de um delicioso creme de mandioquinha, rico em legumes legumes e temperos. Veja abaixo nossa receita, que serve bem de duas a três pessoas.

Ingredientes

• 4 mandioquinhas médias
• 1 batata grande
• 1 cenoura grande
• 3 dentes de alho
• 1/2 xícara de chá de salsinha picada
• 1/2 xícara de chá de cebolinha picada
• 1/2 colher de café de pimenta cayena
• 1 cubo de caldo de legumes
• Azeite
• 100 gramas de queijo parmesão ralado na hora
• Algumas folhas de manjericão para decorar

Como Preparar

Descasque e pique as mandioquinhas, batata e cenoura, colocando todos em água fervente por 20 minutos.

Após o cozimento, reserve uma xícara da água cozida e depois escoe o restante da água.

Coloque os legumes em um liqüidificador, junto com a água reservada, a salsinha, cebolinha e os dentes de alho. Bata tudo até conseguir uma mistura homogênea. Reserve.

Em uma panela, aqueça duas colheres de sopa de azeite, coloque o cubo de caldo de legumes e acrescente em seguida o creme batido no liqüidificador, metade do queijo ralado, a pimenta, a cebolinha e também a salsinha, mexendo constantemente durante 10 minutos.

Depois é só servir! Decore cada prato com o restante do queijo ralado e sobre ele coloque algumas folhas de manjericão.

* Experimente também decorar o prato com uma deliciosa redução de vinho(veja receita aqui).

Strogonoff de Soja com arroz preto e branco com sementes de chia, acompanhando pimenta cambuci com queijo de cabra

Este é um um ótimo prato criado com receitas simples e fáceis de fazer.

De qualquer forma, como a combinação é grande(strogonoff de soja, arroz preto com erva-doce, arroz branco com cenoura e chia, pimenta cambuci recheada com queijo de cabra), vamos ensinar abaixo a receita separada de cada um desses elementos.

A grande novidade é a semente de chia. Ela é a nova moda saudável da culinária, outro um produto “milenar” oriundo das Américas, assim como a também “mágica” quinua, porém os nutricionistas dizem que tem grandes quantidades de ômega-3, cálcio, ferro, proteínas, magnésio, vitamina A, potássio, vitaminas do complexo B, manganês, antioxidantes, zinco, cobre, e alguns ainda dizem que ela ajuda a emagrecer, por manter o organismo sem fome por mais tempo.

1. Arroz com cenoura ralada e sementes de chia

Ingredientes

– 1 xícara(chá) de arroz integral
– 2 dentes de alho picado
– 1 cebola cortada em rodelas
– 1 colher de sopa de cenoura ralada
– 1 colher de sopa de sementes de chia
– 2 colheres de sopa de óleo
– 2 1/2 xícaras(chá) de agua
– Pimenta do reino
– Sal

Como preparar

Em uma panela aqueça o óleo, adicione a cebola e o alho e deixe fritar até que fiquem dourados. Adicione o arroz, a cenoura ralada e mexa até misturar bem todos os ingredientes. Adicione sal e pimenta a gosto. Logo em seguida adicione a água, tampe a panela e deixe cozinhar até que toda a água evapore. Quando tudo terminar, sirva e individualmente coloque uma colher de sopa de chia sobre o arroz.

2. Strogonoff de soja

Ingredientes

– Duas xícaras de chá cheias de proteína de soja PVT
– 2 dentes de alho picado
– 1 cebola picada
– 2 colheres de chá de molho shoyo
– 2 colheres de chá de molho inglês(*atenção)
– 2 unidades(200g cada) de creme de leite de soja
– Meia xícara de conhaque
– 1 colher de mostarda
– 1/2 xícara de ketchup
– Pimenta
– Sal

Como preparar

Ferva um litro de água e adicione a soja para hidratar, deixe cozinhar por 10 minutos. Retire a soja da água e lave em agua corrente para resfriá-la. Logo após esprema a soja uma à uma, e com uma faca divida cada uma em duas partes. Em outra panela aqueça o óleo, adicione a cebola e o alho e deixe fritar até que fiquem dourados. Adicione a soja e frite por 10 minutos, sempre mexendo para que não grude no fundo da panela. Acrescente o shoyo e continue a fritar por mais 5 minutos. Com muito cuidado, utilize o conhaque para flambar a soja, jogando a xícara sobre a panela, utilizando um pedaço de papel em chamas para acendê-la. Deixe-a queimar até o fim, mantendo sempre distância da panela. Adicione o molho inglês, a mostarda e o ketchup, e mexa por mais 5 minutos. Por fim, acrescente o creme de leite de soja, mexendo por mais 5 minutos. Sirva em seguida.

3. Arroz preto com erva-doce

Ingredientes

– 1 xícara(chá) de arroz preto
– 2 dentes de alho picado
– 1 cebola cortada em rodelas
– 1 colher de chá de erva-doce
– 2 colheres de sopa de óleo
– 2 1/2 xícaras(chá) de agua
– 1/2 colher de chá de cominho
– Pimenta do reino
– Sal

Como preparar

Em uma panela aqueça o óleo, adicione a cebola e o alho e deixe fritar até que fiquem dourados. Adicione o arroz, o cominho, a erva-doce e mexa até misturar bem todos os ingredientes. Adicione sal e pimenta a gosto. Logo em seguida adicione a água, tampe a panela e deixe cozinhar até que toda a água evapore.

4. Pimenta Cambuci recheada com queijo de cabra

Ingredientes

– 12 pimentas cambuci
– 1 unidade de queijo de cabra(aprox. 200 gramas)
– Azeite

Como preparar

Lave bem as pimentas cambuci, se possível utilize água e uma substância apropriada para lavar vegetais e deixe de molho por 15 minutos. Corte o queijo de cabra em pequenos pedaços quadrados. Retire a pimenta da substância, e uma a uma corte a “tampa”(onde tem o cabo) superior da pimenta – não jogue fora, pois será utilizado depois).

Com a ajuda de uma colher de chá, retire todas as sementes do interior da pimenta cambuci, sempre tomando o cuidado para não danificá-la. Logo após insira em cada pimenta os cubos de queijo de cabra, preenchendo todo o seu interior. Coloque em uma forma apropriada para ir ao forno, tampe cada uma das pimentas novamente com o cabo retirado(veja foto), jogue uma fina camada de azeito sobre e leve ao forno(180º) por aproximadamente meia hora. Depois disso é só servir.

Suco revigorante

Todo começo de mês é época de novas promessas, incluindo a de uma alimentação mais saudável (a qual nem sempre é fácil de ser cumprida). Então, resolvi usar minha centrífuga e fazer um suco bem saudável, para desintoxicar dos excessos das festas de fim de ano.

Ingredientes: uma beterraba, duas cenouras, um pepino, uma maçã e um pedacinho de gengibre.

Rendimento: 500 ml.

A beterraba é rica em vitamina A, C e do complexo B. A cenoura é rica em betacaroteno, importante para a visão, pele e mucosas. O pepino é um diurético natural e é rico em potássio, proporcionando flexibilidade aos músculos e à pele. O pepino tem um cheiro delicioso, além de ser muito refrescante. Acho melhor consumir deste jeito do que na salada. A maçã é rica em vitamina C e pectina, uma fibra solúvel que ajuda a combater o colesterol. O gengibre é desintoxicante e tem um gosto forte e picante, por isso deve ser usado em pouca quantidade.

Não é preciso colocar açúcar nem água no suco.

Ficou muito bom ! (o único inconveniente é ter que lavar a centrífuga depois!)