Penne ao molho de abacate

Essa receita de “penne ao molho de abacate” tem muito frescor, já que o molho não é cozido e tem ingredientes com muito sabor, como o manjericão e o hortelã. Além disso é vegetariana e pode ser também vegana caso você substitua o penne por uma versão sem ovos(feito com arroz ou com farinha de milho, por exemplo).

O ingrediente principal é o abacate, que vai fazer neste caso o papel do creme de leite ou do molho roux. Para quem está acostumado a comer o abacate somente em sobremesas, pode parecer estranho no princípio ver a consistência do molho e não fazer a associação direta com o sabor doce.

Mas, logo na primeira garfada a ideia de que o abacate só serve para pratos doces vai embora quase que de imediato. Na verdade é bem capaz, como foi no meu caso, que aconteça o inverso, que o abacate comece a ser visto como mais um ingrediente para se fazer pratos salgados do que doces.

Enfim, vale a pena experimentar esse molho de abacate, seja você onívoro, vegetariano ou vegano. Nos três casos com certeza vai adorar essa receita.

Penne ao molho de abacate

Print This
Serves: 2 Prep Time: Cooking Time:

Ingredients

  • 250 gramas de penne
  • 1 abacate médio bem maduro
  • 1/2 maço de manjericão
  • 3 a 5 colheres de sopa de azeite
  • 1/2 limão
  • 1/4 de copo de água
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de café de hortelã desidratado
  • sal
  • pimenta preta moída na hora

Instructions

Em uma panela, coloque cerca de um litro de água para ferver, adicione uma colher de chá de sal e assim que a água começar a ferver, coloque o penne e deixe até que ele fique “ao dente”(nem muito duro nem muito macio).

Enquanto isso, prepare o molho, colocando todos os outros ingredientes(abacate, manjericão, azeite, limão, água, alho, hortelã, sal e a pimenta) em um liquidificador. Bata até conseguir uma mistura homogênea, isto é, até que o manjericão praticamente se dissolva no molho.

Quando o penne estiver no ponto certo, escoe a água e reserve. Adicone então o molho sobre o penne, misture e pronto!

O ideal é servir de imediato, já que o frescor do molho vai ser perder caso seja armazenado de alguma forma. Além disso, o abacate costuma se oxidar facilmente e ficar escuro caso seja armazenado.

Bom apetite!

Receita de molho mostarda e mel

Essa receita de molho mostarda e mel é muito fácil e rápida de fazer, e o melhor, fica incrivelmente boa!

Você poderá usar em saladas, lanches, massas, ou mesmo como um acompanhamento para enriquecer o sabor dos pratos mais básicos.

Apenas quatro ingredientes são suficientes, a mostarda e o mel, claro, além do aceto balsâmico e o azeite extra virgem.

Veja abaixo a receita:

Molho mostarda e mel

Print This
Serves: 4 Prep Time:

Ingredients

  • 3 colheres de sopa de mel
  • 3 colheres de sopa de mostarda
  • 3 colheres de sopa de aceto balsâmico
  • 1 colher de sopa de azeite extra virgem

Instructions

Coloque todos os ingredientes em um recipiente e misture tudo utilizando uma colher. Quando a mistura estiver bem consistente e com uma textura cremosa, estará pronta!

Conserve tampado em geladeira por até 5 dias.

Manteiga de abacate vegana

Esta receita de manteiga de abacate vegana é facílima de preparar e fica pronta em minutos. Além disso, necessita de poucos ingredientes, no caso o avocado, fruto que é da família do abacate, só que tem menos água e por isso tem um sabor mais forte e concentrado, além do limão, sal do himalaia e por fim o óleo de coco.

Você pode também incrementar essa receita incluindo outros ingredientes como a salsinha, a pimenta, o alho, etc.

Porém, agora vamos ensinar a receita de uma manteiga base para ser usada no dia a dia, de preferência substituindo a manteiga normal, o que trará inúmeros benefícios para a saúde, já que o abacate e os demais ingredientes desta receita são totalmente de origem vegetal, e portanto veganos, além, claro, de possuírem diversas propriedades benéficas.

O sabor também é incrível e se bobear superior ao da manteiga tradicional feita a partir do leite. Vale a pena pelo menos experimentar!

As propriedades do avocado

O avocado pode ser considerado um alimento funcional, já que é muito nutritivo, pois é rico em vitamina A, C, E e B6.

O avocado também contribui para deixar a pele mais saudável, previne infecções, auxilia em tratamentos de impotência sexual e ajuda a manter a saúde dos olhos. Ele também possui uma ótima quantidade de potássio, mineral que está presente em diversas(dezenas) funções de nosso corpo, além do fósforo, que é fundamental para a formação dos ossos e dentes.

Sua gordura é a insaturada, o que faz com que nossa manteiga de abacate seja o oposto da manteiga tradicional, repleta de gorduras saturadas. Além disso, possui fitoesteróis, que são um grupo de esteróis naturalmente presentes nas plantas e que ajudam na redução do colesterol.

Bom, propriedades e benefícios apresentados, vamos ao principal, que é a receita desta deliciosa manteiga de abacate vegana:

Manteiga de abacate vegana

Print This
Serves: 12 Prep Time:

Ingredients

  • 4 avocados bem maduros
  • 5 colheres de óleo de coco
  • Sumo de 1 limão
  • sal do himalaia

Instructions

Descasque os abacates e coloque-o em um recipiente. Utilize um garfo para massa-lo bastante(caso prefira, você também pode usar o liquidificador. Adicione os demais ingredientes e misture tudo muito bem com uma colher, até que se obtenha uma mistura homogênea. Pronto! Fácil, não?

Armazene em um pote com tampa em geladeira. Com o resfriamento, o óleo de coco presente na receita se solidifica, deixando a mistura mais parecida com a consistência da manteiga. Utilize em torradas, pães e lanches, saladas, etc.

Bom apetite!

Macarrão de abobrinha fácil, rápido e delicioso

Saudável, saboroso, vegetariano e vegano, este espaguete ou macarrão de abobrinha fácil é ainda delicioso e facílimo de preparar. Em menos de 20 minutos você consegue preparar o seu, isto é, você vai precisar de uns 15 minutos para lavar a abobrinha e somente mais 5 minutos de preparo.

A abobrinha(ou zucchini, jerimum-mirim, courgette, curgete, abóbora-moganga, abóbora-porqueira, jerimum, abóbora-carneira, abóbora-de-porco ou abóbora-moranga, enfim…) tem inúmeras propriedades benéficas para a saúde.

Ela tem propriedades antioxidantes, ajuda regular o nível de açúcar no sangue, é anti-inflamatória, antimicrobiana, anti-câncer, protege o sistema respiratório contra a asma, fortalece ossos dentes, é ótima para o coração e por fim, ainda ajuda a emagrecer!

A abobrinha também auxilia nas dietas para perda de peso
A abobrinha é ainda um dos vegetais menos calóricos do mundo, contendo apenas 37 calorias a cada 100 gramas, por isso uma excelente aliada para quem quer perder peso. Você também pode combinar este prato com outros pratos rápidos que já publicados, clique aqui e veja a lista.

Vamos ensinar abaixo a receita básica do macarrão de abobrinha, temperando-a somente com azeite, alho e cebola. Porém, você pode usar a preparação básica e combinar com o molho de sua preferência, seja de tomates, branco, pesto, etc.

Receita de macarrão de abobrinha

Print This
Serves: 2 Prep Time: Cooking Time:

Ingredients

  • 3 abobrinhas médias (de preferência orgânica)
  • 1 cebola cortada em cubos
  • 3 dentes de alho esmagados
  • 2 colheres de azeite de oliva extra-virgem
  • Pimenta preta moída na hora
  • Sal

Instructions

Lave as abobrinhas em água corrente e deixe-as de molho em água com a substância de lavagem/bactericida de sua preferência por 15 minutos.

Enxague e fatie as abobrinhas com um ralador que permita que estas fiquem finas como um espaguete.

Aqueça uma panela, coloque o azeite, a cebola e os alhos e mexa por aproximadamente 2 minutos. Acrescente as abobrinhas fatiadas e continue mexendo por mais 3 minutos. Desligue o fogo, acrescente o sal, a pimenta, mexa mais uma vez e pronto!

Seu espaguete ou macarrão de abobrinha estará pronto!

Bom apetite!

Notes

Dica: ao servir, experimente colocar sobre o prato um filete de azeite com trufa branca, pois este tem um sabor que vai se destacar bastante neste prato.

Aprenda a fazer nossa deliciosa receita de guacamole

Iguaria típica da culinária do México, a receita de guacamole é muito simples e rápida de preparar, já que em menos de 10 minutos você consegue preparar.

Seu nome vem de origens indígenas, pois “Ahuacatl” é o abacate, e “mole” é um nome genérico para “molho”. Resumindo: molho de abacate. Segundo as tradições, foi criado pelos astecas e seu preparo foi ensinado ao povo Tolteca pelo deus Quetzalcóatl.

O abacate possui muita gordura saudável, isto é, é rico em ômega 3. Por isso é muito importante para a circulação sanguínea, para o cérebro e diversas outras funções relacionadas com o ômega 3. Possui também ácido fólico, proteínas e é rico em antioxidantes, o que ajuda a proteger o organismo como um todo.

Quem está acostumado a comer o abacate preparado como doce, no início poderá estranhar comê-lo como um prato salgado. Porém, depois de um tempo o estranhamento com certeza será comê-lo doce, já que os sabores desta fruta na sua forma salgada é muito mais rica e deliciosa. Aprecie nossa receita de guacamole!

Receita de guacamole

Print This
Serves: 4 Prep Time:

Ingredients

  • 1 abacate médio maduro
  • 1 tomate descascado e picado em pequenos cubos
  • 1 cebola picada em pequenos cubos(brunoise)
  • 1 dente de alho
  • 1 limão espremido
  • 1 colher de chá rasa de pimenta preta(moída na hora)
  • 1 colher de café de sal do himalaia
  • 1 colher de café de páprica picante

Instructions

Em um recipiente coloque o abacate esmague-o utilizando um garfo, até obter uma pasta. Adicione os demais ingredientes, mexa e misture tudo com uma colher.

Dica 1
Antes de cortar e picar o tomate, descasque, corte-o ao meio e com os dedos elimine a sua parte mais líquida(incluindo as sementes).

Dica 2
Se quiser uma versão mais apimentada, experimente colocar algumas gotas de sua pimenta predileta na sua receita de guacamole.

Dica 3
Coloque uma colher de chá de cúrcuma(açafrão da terra) e transforme seu guacamole em um super alimento, combinando a cúrcuma com a pimenta preta.

Notes

Bom apetite!

5 receitas de molho de tomate caseiro

Estas 5 receitas de molho de tomate caseiro foi publicada por Daia Florios, no ótimo site Greenme – farei bem à terra, que além de ter ótimas receitas, possui um rico(sim, são centenas de matérias) conteúdo sobre sustentabilidade, meio ambiente, saúde, etc. e tudo isso interligado ao conceito de estar em harmonia com a terra.

Além da receita, as dicas no final da matéria podem ajudar bastante no processo do preparo e também em como aproveitar as sobras(sabemos o quanto é difícil sobrar molho de tomate, mas caso aconteça…).

Os benefícios do tomate

Os tomates possuem grande fonte de antioxidantes e fitonutrientes, substâncias que ajudam na prevenção do câncer, principalmente o de próstata, graças ao fito-nutriente alfa-tomatina e do licopeno. Ele ainda possui Vitamina A, vitamina C e beta-caroteno, além da vitamina E e manganês. Com isso, seu consumo ajuda a reduzir os níveis de colesterol e funciona também como um anti-inflamatório, prevenindo também contra as doenças cardíacas. O licopeno ajuda ainda a reduzir o estresse oxidativo nos ossos e seus antioxidantes também são importantes para a saúde dos olhos.

1. Molho de tomate caseiro clássico

O molho de tomate caseiro clássico italiano é aquele feito com cebola, aipo e cenoura e que deve ser coado, ou melhor ainda se passado por este utensílio chamado passador de verdura ou de tomate. Vale a pena comprar pois é muito fácil usar.

Ingredientes
(Rende bastante, é bom fazer para temperar lasanha ou para o almoço de domingo com a mega família reunida)

* 500 gr de tomates para molho (aqueles redondos ou compridos e bem maduros)
* 1 cebola pequena
* 1 cenoura pequena ou metade de uma cenoura média (serva para retirar a acidez do tomate)
* 1 pedaço de aipo
* sal a gosto
* 4 colheres de sopa de azeite
* 3 ou mais folhinhas de manjericão

Modo de fazer
* Leve em uma panelinha funda o azeite com a cebola, o aipo e a cenoura picadas para dourarem.
* Acrescente os tomates lavados e cortados, o sal e o manjericão e deixe cozinhar em fogo bem baixo até que o tomate fique cozido, o que leva uma meia hora, 20 minutos. Mexa de vez em quando para não se queimar. O molho pode pular, por isso deverá ficar em panela tampada ou semi tampada.
* Passe o molho pelo passador que o deixará homogêneo.
* Verifique a consistência que deve ser corposa e, se resultar muito aguado (depende do tomate), volte o molho coado à panela e deixe-o se restringir um pouco, cozinhando-o em fogo baixo.

2. Molho de tomate ao forno

É fácil, rápido de fazer e agradável para quem gosta de bastante condimento.

Ingredientes
(Para umas 4 pessoas):

* 300 gr de tomates-cereja
* 3 dentes pequenos de alho (conforme o gosto)
* Ervas aromáticas a gosto (orégano, manjerona, manjericão, pimenta-do-reino, tomilho, salsinha e ou aqueles mix de temperos secos)
* sal a gosto e farinha de rosca e azeite a olho

Modo de fazer
* Lave e corte os tomatinhos-cereja ao meio e coloque-os em uma assadeira.
* Espalhe sal por cima, o alho bem picadinho (retire o fio de dentro do alho que pode causar indigestão), as ervas e espalhe um fio bem abundante de azeite por cima. Mexa tudo bem e espalhe farinha de rosca por cima.
* Leve ao forno 180°C por uns 20 minutos até que o tomates fiquem com a casca dourada-amarronzada.
* Misture os tomates e está pronto o molho para acompanhar qualquer pasta.

3. Molho de tomate caseiro com cebola

Quem não gosta de alho pode fazer o molho só com cebola, é mais delicado e pode ser mais agradável para as crianças.

Ingredientes
(Rende bastante)

* 500 gr de tomate para molho (redondos ou compridos bem maduros)
* 2 cebolas médias picadas
* Sal a gosto
* 4 colheres de azeite
* Manjericão opcional (algumas folhas)
* um pedaço de cenoura (para tirar a acidez do tomate)

Modo de fazer
* Leve ao fogo as cebolas para dourarem no azeite.
* Acrescente os tomates lavados cortados e deixe-os cozinhar por uns 30 minutos. Confira a consistência e mexa sempre para não queimar nem grudar no fundo.
* Quando o molho estiver pronto, bata-o bem usando um mixer para triturar a casca do tomate.

4. Molho na frigideira

Esta é a receita mais rápida e fácil:

Ingredientes
(Para umas 4 pessoas)

* 300 gr de tomates-cereja
* sal a gosto
* 3 colheres de sopa de azeite
* 1 dente grande de alho inteiro (2 se pequenos)
* 1 folha de louro (opcional)

Modo de fazer
* Descasque e em uma frigideira leve o alho inteiro para dourar no azeite.
* Quando o alho estiver dourado, coloque os tomates cortados ao meio e deixe-os cozinhar em fogo médio na frigideira aberta e com a folha de alouro seca para dar um sabor.
* O molho estará pronto quando o tomate começa a soltar sua casca.

5. Alho, óleo, pimenta e uns tomatinhos

Esta receita é amada pelos romanos. É super rápida e fácil, saborosa e picantinha. Fica ótima com spaghetti.

Ingredientes
* 2 dentes grandes de alho
* 6 colheres de sopa de azeite
* 1 pimenta cayena fresca
* 3 tomates-cereja
* sal a gosto

Modo de fazer
* Em uma frigideira, leve os dentes de alho inteiros e a pimenta (inteira ou picada) para dourarem em abundante azeite. Geralmente eu coloco a pimenta inteira pra dar sabor mas não ficar demasiadamente picante, mas aí vai do teu gosto e da “picanteza” da pimenta.
* Junte os tomatinhos apenas para dar uma cor a este molho. Espalhe uma pitada de sal e pronto.
* Retire o spaghetti bem al dente da água (uns dois minutos antes do cozimento indicado na embalagem) e jogue-o na frigideira para pegar o sabor do molho.

Super Dicas

Quando se usa tomate normal para molho existem 3 opções para retirada de sua pele: ou se retira antes (receita de molho contida nesta receita de parmegiana), ou se usa o passador ou se bate tudo no mixer.

Já com o tomate cereja não precisa retirar a casca. Outros condimentos que combinam demais com o tomate e podem ser usados sempre, se você gostar, são louro e pimenta.

Dizem que macarrão sem queijo é igual a namoro sem beijo mas sinceramente se o queijo não for de boa qualidade, em molho caseiro, é melhor nem usá-lo pois pode acabar com o sabor genuíno do tomate fresco.

As receitas que rendem bastante são boas para fazer lasanhas. Faça a metade da receita se poucas pessoas forem comer mas se sobrar, o molho pode ficar até 3 dias na geladeira bem conservado em recipiente de vidro bem tampado.

Bom apetite!

Golden Milk (leite dourado)

O “golden milk” ou “leite dourado” é uma bebida com origem na Ayurveda, medicina desenvolvida e aplicada na Índia há cerca de 7 mil anos – um dos mais antigos sistemas medicinais da humanidade.

Tendo em sua base a cúrcuma(ou açafrão da terra), a bebida é deliciosa, fácil de preparar e o melhor, os benefícios de seu consumo são enormes e a grande maioria destes já comprovados pela ciência moderna.

A doença, para a Ayurveda, é mais que a manifestação de sintomas perigosos à manutenção da vida. A Ayurveda considera que a doença inicia-se muito antes de chegar à fase em que ela finalmente pode ser percebida. Assim, pequenos desequilíbrios tendem a aumentar com o passar do tempo originando a enfermidade muito antes que possamos percebê-la.

Veja abaixo uma lista de alguns dos benefícios do Golden Milk:
• Anti-inflamatório, anti-oxidante, anti-séptico e analgésica
• Aumenta a imunidade
• Anti-cancerígeno
• Ajuda a baixar os níveis de colesterol
• Promove a saúde digestiva.
• Desintoxica o fígado.
• Regula o metabolismo e o controle do peso
• Regula os níveis de pressão sanguínea
• Melhora a memória e as funções cerebrais
• Ajuda no tratamento de diversas doenças de pele
• Baixa os níveis de triglicerídeos
(fonte: Healthy Holistic Living)

Você pode preparar o Golden Milk de duas formas: a primeira adicionando um a um os ingredientes ao leite de amêndoas; a segunda preparando uma pasta que pode ser guardada na geladeira para você usar sempre que for preparar sua bebida.

Criando a pasta de cúrcuma(açafrão da terra)

Ingredientes:
• 1/4 xícara de cúrcuma(açafrão da terra)
• 1/2 colher de chá de pimenta preta moída
• 1/2 xícara de água filtrada

Como preparar:
Misture a cúrcuma(açafrão da terra), a pimenta preta e a água com uma colher, até formar uma pasta homogênea. Armazene na geladeira.

Preparando o Golden Milk com a pasta de cúrcuma

Ingredientes:
• 1 xícara de leite de amêndoas(pode substituir por leite de arroz, soja…)
• 1 colher de chá de óleo de coco(pode substituir por ghee)
• 1/4 ou mais de colher de chá da pasta de cúrcuma
• Mel ou açúcar mascavo para adoçar

Como preparar:
Aqueça o leite até o ponto que você queira, adicione os ingredientes e mexa bem.

Mas, caso você queira preparar seu Golden Milk sem preparar a pasta, siga a receita abaixo:

Ingredientes para uma xícara grande da bebida:
• 1 xícara de leite de amêndoas(ou arroz, soja…)
• 2 colheres de café de cúrcuma(açafrão)
• 1 colher de café rasa de pimenta preta moída
• 1 colher de chá de mel ou de açúcar mascavo

Preparando:
Aqueça o leite até o ponto que você queira, adicione os ingredientes e mexa bem.

Dicas:

Experimente adicionar também:
• 1 pedaço de canela
• 1 colher de café de gengibre em pó
• 1 colher de café de masala(mistura indiana de especiarias)

Vai ficar perfeito!
Bom golden milk para você e saúde!

Receita deliciosa de suco verde detox

suco verde detox

O suco verde detox está definitivamente na moda. Não só por este motivo, mas principalmente pelo bem que muitos desses tipos de sucos deles fazem, que resolvemos colocar aqui a nossa versão.

Muitos dizem que são ótimos emagrecedores, outros que são antioxidantes, outros ainda bebem pra fazer um “detox” do organismo, principalmente após épocas de grandes abusos alimentares, como fim de ano, carnaval, páscoa, e por aí vai.

Já nós do Cultivate, gostamos do suco verde detox simplesmente pelo sabor, mas claro, um pouco também por todo isso aí que foi dito anteriormente.

O ideal é que este suco seja feito utilizando uma centrífuga, para que você realmente consiga extrair de cada ingrediente a sua essência, e mais do que isso, o seu sabor. Caso não possua uma centrífuga, experimente bater todos os ingredientes num liquidificador adicionando a quantidade de água que for necessária. Depois coe antes de servir.

O rendimento na centrífuga é de aproximadamente 1 litro.

Ingredientes do suco verde detox:
• 3 pepinos orgânicos grandes com casca(lave bem antes de usar)
• 2 cenouras orgânicas descascadas
• 2 maçãs descascadas
• 1 beterraba orgânica média
• 3 folhas de couve orgânica
• 2 pedaços(tamanho aproximado de 1 dedo para cada pedaço) de gengibre descascado
• 1 colher de sopa de farinha linhaça dourada
• 1 limão descascado
• 2 colheres de sopa de melaço de cana para adoçar(o melaço de cana é rico em ferro)
• 1 colher de chá de cúrcuma(ou açafrão da terra)

Como Preparar
Com exceção do melaço de cana e da linhaça, coloque todos os demais ingredientes na centrífuga. Ao final misture o melaço para adoçar e não se esqueça da farinha de linhaça, que é riquíssima em ômega 3.

O resultado será um suco verde detox delicioso, que por causa da beterraba quase não é verde, mas, o que importa mesmo é a sua saúde e bem estar! Aproveite.

Omelete quatro queijos

Uns o chamam de “o omelete”, outros “a omelete”, enfim, esta diferenciação de gênero(onde ambas estão certas, de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras) não influencia em nada o resultado delicioso desta receita.

Outra confusão ou curiosidade, se faz na origem do omelete, que tem várias hstórias e poucas delas muito confiáveis. Os romanos comiam uma mistura de ovos fritos aos quais chamavam de Ova Mellita. Os franceses teriam descoberto a receita e aperfeiçoado, surgindo assim este “clássico” francês. Uma história mais maluca diz que o médico inglês Oswald Mellet foi o criador do omelete, que desistiu da medicina e abriu um restaurante, cujo nome era “Dr. O. Mellet”.

O melhor(e talvez o maior) omelete do mundo pertence ao La Mére Poulard, um restaurante fundado em 1988, em Mont Saint Michel, Normandia.

Já a nossa receita de omelete de quatro queijos é muito simples, e o resultado depende muito mais da qualidade dos ovos e queijos utilizados do que com qualquer outra coisa. Veja abaixo.

Ingredientes
– 4 ovos
– 1 pedaço pequeno de queijo de cabra picado
– 1 pedaço pequeno de queijo gouda picado
– 1 pedaço pequeno de queijo gorgonzola picado
– 50 gramas de queijo parmesão ralado
– 1 colher de sopa de salsinha picada
– 1/2 cebola picada finamente
– 1 dente de alho esmagado

Como Preparar
Bata os ovos utilizando um batedor manual, ou, caso não possua, utilize um garfo. Em uma frigideira antiaderente coloque um pouco de azeite e o aqueça em fogo baixo. Acrescente os ovos batidos e deixe-o espalhar por toda a superfície da frigideira. Adicione a cebola picada, espalhando-a sobre a superfície do omelete, o alho, a salsinha, e depois faça isso com cada um dos queijos, deixando para o final o parmesão.

O processo de virar o omelete é um pouco mais complexo que a própria receita, que no final das contas até que é bem fácil. Quando perceber que o omelete está se soltando do fundo da panela, e que com a ajuda de uma espátula você consegue levantá-lo sem que se quebre, essa é a hora de virá-lo. Para facilitar, vá fazendo isso com cada parte do omelete, virando-o em etapas, até que por fim ele fique dourado em todos os lados.

Este omelete serve duas pessoas.
Bom apetite!

Smoothie vegano de banana e pera

Este Smoothie vegano é muito fáçil de fazer, além de perfeito para dias muito quentes, como hoje por exemplo, em que a temperatura está acima dos 30 graus na cidade de São Paulo.

O que você precisa somente é de duas bananas e uma pera congeladas(elas podem ser colocadas no freezer no dia anterior), açúcar mascavo e água. Veja abaixo.

Ingredientes
– 2 bananas descascadas e congeladas(deixe no freezer na noite anterior)
– 1 pera descascada e cortada em pedaços(deixe no freezer na noite anterior)
– 2 xícaras de água
– 1 colher de açúcar mascavo

Como preparar
Coloque tudo em um liquidificador e bata. Se estiver com problemas para bater por causa da consistência congelada das frutas, coloque mais um pouco de água.

Serve de duas a três pessoas.
Bom apetite!